momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

O passageiro ao meu lado

Deixe um comentário

IMG_8563

Era eu uma simples passageira no comboio, rumo a sul! O passageiro sentado ao meu lado ofereceu-se para me arrumar a mala. Que bem que me soube! Falou inglês comigo, e aí sim, ainda me senti mais em casa.

Tínhamos sensivelmente uns 45 minutos de conversa reservados para nós. Depois disso nunca mais nos íamos ver para o resto das nossas vidas. Parece estranho, mas o desafio aqui é aproveitar apenas o momento presente. Há quem não consiga esse feito, há quem fuja dos momentos efémeros, há quem tenha alergia à liberdade, ao desapego, ao viver um dia único que nunca mais se vai repetir.

Conversámos, ele era belga e só falava flamengo ou inglês, apesar de fazer um esforço para o francês quando necessário. Não houve tempo para saber a idade dele, mas chamava-se Karel. Disse-me que em inglês se traduz para Charles. Trabalhou durante três anos numa quinta/restaurante na Bélgica, a cortar carne. Escrevi num papel o site da quinta, pois assegurou que era das quintas mais lindas da Bélgica. E ainda me perguntou se eu comia carne: “tens que comer, tens que provar esta carne. É maravilhosa!”.

E eu estava curiosa para saber o porquê dele ir para Carregal do Sal. Vai trabalhar num bed and breakfast lá próximo durante um mês; depois voltará à Bélgica; a seguir vai à Nova Zelândia explorar Natureza; e por fim quer deambular pela Ásia – Cambodja, Laos, Vietname, … – porque é barato e dá para conhecer muita coisa…

Cansou-se da vidinha a que chamamos de vidinha mesmo… Quer viajar por aí, quer libertar-se, disse-me que não é muito adepto das tecnologias. De repente, o comboio parava em Pampilhosa, era a estação dele. Ele levantou-se de sobressalto, tirou as malas dele e desejou-me boa sorte, eu também a ele.

Fiquei a pensar na porra da minha vidinha. Ainda há passageiros que nos fazem pensar, já viram???

Aqui fica o site da quinta que tem a melhor carne do mundo:

http://www.slagerijdugardeyn.be/home

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s