momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

Deixa o floco de areia secar

Deixe um comentário

IMG_8434

Ir à praia nem sempre tem que ser algo que sempre fizémos desde pequenos e que fazemos porque é giro, é chic, todos vão, e nós temos que ir… Porque faz parte, simplesmente. Não… Ir à praia pode ser um devaneio, pode ser uma desobediência, uma aventura, a irreverência.
Deixar aqueles flocos de areia molhada secarem e depois se desfazerem com a força do vento, é algo que não acontece todos os dias… Temos que nos dispor a isso, temos que deixar chegar o dia em que o volante vai para a esquerda em vez da direita de sempre. Temos que estar dispostos a montar um pára-vento de uma forma agora, e daqui a uns momentos desmontá-lo e voltar a montar noutro lugar, de outra forma.

E no fundo, no fundo tudo não passa de palavras, mais palavras, mais palavras. Tudo nos faz criar expectativas, até a praia. E afinal não se apresenta como nós esperávamos. Quem disse que não devemos ter expectativas?? Criar expectativas? No mundo de hoje elas acontecem cada vez mais… A meteorologia diz-nos como vai estar a praia ainda antes de lá chegarmos, portanto já esperamos vê-la de certa forma. E não, nem a previsão acerta por vezes.

Mas há coisas que nos fazem bem: sentir a areia entrar por dentro do nosso biquini, a areia tocar-nos nos lábios, colar-se no pescoço, entranhar-se nos cabelos. É bom, é bom sim… Deixar a praia dar-nos tudo o que tem para nos dar: o confortável e o contrário disso. E o banho… Depois há um banho que nos cura. Que nos diz que a praia foi diferente hoje, mas que nós cá continuaremos. E bem vivos!

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s