momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

As mulheres não se apaixonam

1 Comentário

Tive uma conversa recentemente sobre a paixão entre duas pessoas… Um homem disse-me que as mulheres não se apaixonam pelos homens.

As mulheres apaixonam-se pelo carro, pela casa, pelo ordenado dele, pelo cartão de crédito, pelas viagens que ele lhe oferece, pelas surpresas, pelas rosas que oferece de vez em quando, pela piscina que tem na casa de férias… As mulheres apaixonam-se pelas jóias que o homem lhes oferece quando fazem anos de casados ou de namorados. Será isto verdade???

Eu sou mulher e… Confesso que não está assim tão errado.

Vamos voltar ao passado, assumindo à partida que eu sou uma mulher do século XXI, com instintos animais, ou seja, tenho uma mente moderna mas um corpo primitivo (eu sou mesmo assim).

Diz a História que antigamente a mulher ficava em casa a cuidar da família e o seu homem ia à caça buscar alimento para a família.

E pronto, esta frase resume muita coisa: a mulher é mais frágil que o homem e o seu instinto é muito mais virado para a família do que o do homem; a mulher espera sempre que o homem a “segure” quando ela não consegue, pois sabe que ele precisa de se sentir forte e estável, está na sua natureza, e se está com ela, ele é seguro.  Ele procura essa fortaleza, ele vai à luta, ele trabalha para evoluir na vida, ele sai de casa para procurar mais e mais, ele sente a responsabilidade de transmitir segurança fisicamente e materialmente… A mulher é mais forte mentalmente, o papel dela é transmitir mais paz, mais harmonia, mostrar que a família está boa de saúde, tranquila, que se vai alimentando e cuidando.

Vocês andam todos assustados com a modernidade da mulher do século XXI, mas o certo é que também estão a mudar. Não aceitam que uma mulher vos diga que gosta de um homem seguro, com uma boa vida, que até tem carro próprio e não ganha o salário mínimo?? Porém, se forem uns pobres desgraçados não se sentem capazes de seduzir uma mulher, de a conquistar. Nem têm coragem de a pedir em namoro sequer, porque se sentem umas formigas que não vão ser capazes de “segurar” a mulher quando ela precisar.

A piada da vida humana não é esta, a diferença?? Porque andam agora a insistir tanto em coisas que não vêm de dentro de vós, que não são instintivas, não são naturais? Vocês agem de encontro a essa ideia parva de que a mulher só se apaixona por coisas. Vocês é que só buscam o poder, o dinheiro, a segurança, a casa, o carro, … Se uma mulher vos pede atenção, carinho, dedicação, um momento de paz, um passeio à beira mar, um beijo, um abraço, um sorriso, um minuto de silêncio… Aí vocês falham. Aí vocês dizem que as mulheres são insuportáveis, que aturar um homem é bem mais fácil, porque o homem é prático, é pragmático, blá blá blá. E são tudo coisas que não custam dinheiro, são grátis, certo? São momentos. E momentos custam, mas custam paciência e não dinheiro…

O oportunismo da mulher nasce também da falta de paciência que o homem tem para perceber quem realmente é a mulher que está perante ele. Depois a mulher acaba por decidir: se ele não me dá amor, ao menos que me dê a casa com piscina. Todos desistem do sentimento hoje em dia. Todos…

Deixemos a Natureza ser como ela realmente é. Deixemos os instintos viverem em liberdade, deixemos que o homem seja O homem e a mulher A mulher. Não há nada de errado nisso, mesmo… O instinto animal está lá, deixem-no estar e aceitem-no. Sintam-no.

Sejam seguros de vós mesmos como seres humanos, como HOMENS. E se forem seguros não vão ser nenhuns pobres desgraçados de certeza, nem se vão sentir usados e explorados, ou não amados.

Haja equilíbrio, haja amor, haja PAIXÃO.

(Este texto é de uma mulher heterossexual, dedicado a homens hetero, que ama os seus amigos homossexuais)

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

One thought on “As mulheres não se apaixonam

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s