momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

Mandela faz 95 anos

Deixe um comentário

Quando li este artigo no Público de hoje,18 de Julho, 2013, apeteceu-me de imediato escrever sobre Nelson Mandela, sobre a África do Sul, sobre o mundo e sobre a paciência e a bondade. Mas… Vou-me ficar apenas pela ideia que tenho de Mandela, e no título deste artigo, que refere o “mundo”, e não só a África do Sul (mais um país enorme e cheio de diversidade que um dia hei-de tentar conhecer).
A questão aqui é: porquê o mundo, porquê que todos nós conhecemos este nome? Eu acho que sei… Ele foi tão paciente e tão crente, que mesmo durante 27 anos de prisão, nunca desistiu da união dos sul-africanos. 27 anos! Nós por cá, somos impacientes todos os dias. Nós por cá perdemos a paciência tão facilmente, e pior do que isso: desistimos. Mas ele sabia que quando a luta tem a ver com amor, só perdemos ao desistir. Porque um dia o amor vence 🙂 Que coisa tão ridícula que acabo de escrever! Mas é tão verdade… Nelson Mandela é exemplo vivo disso. Vivo, mas por pouco tempo! Mas vai ser vivo para sempre, no fundo… Talvez a falta de paciência dos que o sucedem naquele país possa piorar novamente as coisas, mas Mandela já foi prova de que a paciência e o amor podem fazer milagres.
Do artigo: “‘O mais importante é que o Dia de Mandela não tem a ver com dinheiro, mas tem a ver com darmos o nosso tempo’, disse, citado pela imprensa sul-africana, Sello Hatang, presidente do conselho de administração do Centro para a Memória Nelson Mandela.”
E na verdade, porquê separar as cores humanas se nós somos todos humanos? Mmm, acho que não leram com olhos de quem lê a minha última frase… Nem eu a leio às vezes… Vou repetir: porquê separar as cores humanas se nós somos todos humanos?
Obrigada Mandela, e parabéns. E para além do teu aniversário, há algo bem mais forte do que o simples 95 na tua pele: o amor e a paciência!

20130719-002019.jpg

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s