momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

Moscovo_2

Deixe um comentário

IMG_3989

IMG_3998

IMG_3984 IMG_3995

Chegas a Moscovo enquanto neva. Caminhas pelo aeroporto onde tudo te parece Europa. Mas quando chegas ao controle de passaportes vês a primeira diferença: a farda dos senhores. Não sei porquê, mas parecem fardas russas! Os cabelos dos homens têm cortes mais quadrados, estilo anos 50. As letras nos painéis informativos e publicitários começam a soar estranhas, deixas de as conseguir ler, mesmo estando concentrado para perceber o que está ali escrito… Os homens são em geral feios e com estrutura larga e grande; as mulheres são lindas e elegantes. Sempre… Vá, ou quase sempre!

Vêem-se imensas caras diferentes, daquelas que aparecem nos filmes do Emir Kusturica ou das que se filmam em flashes de segundos quando se fala nos noticiários da guerra do Afeganistão, ou das bombas no Paquistão.

Quando sais do aeroporto tudo está branco, e o que não está, vai estar. Caminhas com cuidado, para que o gelo não te pregue uma partida. Tapas a cara e calças umas luvas: partes rumo a Moscovo. Durante a viagem observas o que se passa lá fora, já que, apesar de teres sono, os olhos continuam abertos.

O fumo que as fábricas emanam parece mais visível e mais denso, talvez pelo ar ser mais frio. Talvez?? E torna-se bonito, quase que brilha com a luz da lua… Na estrada passam carros antigos, assim como carros topo de gama ou jeeps caríssimos. Ao mesmo tempo também se vêem imensos camiões de limpeza de neves. Mas imensos, mesmo! Todos sujos, velhos, e com pequenos cristais de gelo pendurados acima dos pneus. Há espaço para autocarros velhos e caquéticos, com pessoas vestidas à anos 50 lá dentro, mas se entrarmos num hotel cinco estrelas essa realidade é totalmente ridícula. Nunca se imaginaria a oportunidade de vermos um estilo anos 50 em Moscovo, a avaliar pelo ambiente que se vive num hotel cinco estrelas: pêlos verdadeiros no tronco e cabeça; botas moderníssimas e sóbrias, cabelos fortes, lisos e arranjados, malas Luis Vuitton, jóias e gostos refinados.

A oportunidade de vermos uma Rússia longínqua e antiga, dentro desta monumental moderníssima Moscovo, é fantástica e enriquecedora.

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s