momento de viagem

sensações, emoções e imagens por aí!

Lisboa – Dakar – Lisboa

Deixe um comentário

Só um maluquinho faria este percurso sem sair do avião, não acham?? Ainda por cima durante a noite! Ora… Aqui isso faz-se! A Maricleta acabou de o fazer, com carinho e dedicação!

Entram vários passageiros senegaleses no avião, muitas mulheres com vestidos compridos e estampados com formas e cores. Elas trazem também um pano na cabeça, que não consigo explicar bem como é amarrado no cabelo, mas faz um efeito tipo chapéu, com um nó ao centro. As malas são sempre grandes e gordas, daquelas que se tem que empurrar com força para a bagageira, para ver se a porta fecha. Hoje, até entrou um dos muitos sacos enrolados com fita-cola, com uns frutos que não conheço; caíram alguns quando a senhora elevou o saco para a bagageira. Ajudei a apanhá-los.

É noite e eles dormem muito, o que nos faz pensar que os senegaleses são calmos e sossegados. E acredito que até o sejam… São também muçulmanos: hoje havia um senhor que cantarolava qualquer coisa quando lhe recolhi a bandeja da refeição. Perguntei-lhe se rezava, acenou que sim com um sorriso 🙂 Houve outro com quem conversei um pouco antes da aterragem, disse-me que no Senegal há a língua oficial francesa, um dialecto que 90% da população sabe falar, e depois há mais uns 100 dialectos diferentes. Até me custa a crer nisso!!!

Pedem sempre água, de preferência com gestos e sons, não com palavras! Mas eu dou-me bem com eles, geralmente… Há quem os julgue mal-educados, eu diria talvez… Diferentes de nós.

Falar francês faz-me bem, para praticar.

Depois, quando o sol começa a nascer, todos dormem, quase em excepção. A luz começa a entrar dentro do avião, é a chegada a Lisboa que se aproxima. Vêem-se mantas azuis por todo lado: no chão, nos bancos, por cima dos passageiros, umas nas pernas, outras a taparem o corpo todo, até a cara.

A despedida e o obrigado. E o descanso! Durante o dia, claro!…

Anúncios

Autor: marimaricleta

A Marimaricleta vive entre o céu e a terra. Faz e desfaz malas quase todos os dias. Um dia decidiu escrever umas dicas para viver momentos fora de casa. Geralmente falamos de coisas óbvias e acessíveis a todos, quando viajamos. Lemos guias turísticos, vemos mapas, queremos ir onde todos falam que foram. O segredo das viagens são os momentos, as sensações, o que fica dentro de nós quando voltamos a casa. E são alguns desses momentos que descrevo aqui, para vos incentivar a viver os momentos, a enriquecer a alma, para além do olhar! deniselaranja@gmail.com

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s